Institucional

Institucional

FachadaA Associação Hospitalar Thereza Perlatti de Jaú (AHTP), é um dos equipamentos de saúde mental que compõe a rede de atenção ao portador de transtornos mentais, referência para o Departamento Regional de Saúde de Bauru – DRS VI, em 68 municípios ou aproximadamente 1.600.000 habitantes, na sua abrangência de gestão no atendimento SUS.
Hoje com 380 leitos, a AHTP é reconhecida como modelo de atendimento em psiquiatria pela Secretaria de Estado da Saúde, devido as suas inovações e abordagens técnicas com implantações de Programas como Hospital Dia, Centro de Apoio Neurológico e Lar Abrigado.
O atual Projeto Terapêutico Institucional tem como objetivos gerais: a remissão de sintomatologia; adequação medicamentosa; desintoxicação, conscientização da doença e motivação para o tratamento aos dependentes químicos; orientação e conscientização da necessidade de tratamento tanto para pacientes como para os familiares e reabilitação psicossocial. Os pacientes permanecem o tempo mínimo necessário em regime de internação, sendo que cada um possui seu Projeto Terapêutico Individual (PTI), onde são elaboradas suas propostas de atendimentos, atividades e objetivos terapêuticos. Os atendimentos são divididos em: individuais, grupais, terapia ocupacional, esporte, lazer, socialização, dentre outros, conforme discutido com Equipe e paciente. Trabalha-se conjuntamente com a família, sendo de extrema importância para o processo do tratamento. Busca-se manter ou resgatar o vínculo sócio-familiar através de visitas diárias e acesso aos meios de comunicação.
Dentro da AHTP existem pacientes moradores: os que possuem autonomia residem nos Lares Abrigados, que são apartamentos individuais e salas de convívio coletivo na estrutura da AHTP, com acesso à rua. Outros pacientes com maior grau de comprometimento permanecem em unidade específica e projeto direcionado para suas necessidades.
As Unidades de Atendimento são divididas conforme a patologia e algumas por sexo:

  • Unidade de Atenção à Crise Feminina – UAC I – 30 leitos para quadros graves e psicóticos;
  • Unidade de Atenção à Crise Feminina – UAC II – 25 leitos para quadros leves, depressões e dependência química;
  • Unidade de Atenção à Crise Masculina – UAC I e II – 58 leitos para quadros psicóticos e outros transtornos graves;
  • Unidade de Atenção ao Dependente Químico Masculino – POSTO III – 46 leitos para dependentes químicos;
  • Unidade de Atenção ao Morador – misto – 46 leitos para pacientes de longa permanência com quadros graves;
  • Programa de Lar Abrigado – misto – 20 pacientes com autonomia e independência nas atividades do cotidiano;
  • Clínica de Repouso Reviver – misto – 38 leitos para convênio particular e outros.

 
O Hospital Dia possui 60 leitos com área física independente, projeto terapêutico e equipe específica.
O Centro de Apoio Neurológico possui 80 leitos para pacientes com comprometimentos neurológicos, com área, projetos e equipe independentes.
As metodologias utilizadas nos atendimentos são a psicodinâmica e medicamentosa, com atendimento multidisciplinar composto por Médico Clínico Geral, Psiquiatra, Neurologista, Enfermeiro, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Assistente Social, Nutricionista, Fisioterapeuta e demais profissionais de apoio de acordo com a Portaria Ministerial GM/MS 251 de 31/01/02 e Portaria 2048 de setembro de 2009, que estabelece normas e diretrizes de funcionamento para os hospitais psiquiátricos. Para cada paciente é elaborado um Projeto Terapêutico Individual.


A Instituição tem como missão, visão e valores:

MISSÃO: Atendimento multidisciplinar às pessoas com transtornos mentais, visando o restabelecimento psíquico, o bem estar geral e a garantia de seus direitos.

VISÃO: Ser excelência no atendimento à psiquiatria, buscando aprimoramento contínuo e inovando sempre.

VALORES: Ética, honestidade, transparência, competência e respeito.