Clinica reviver

Clinica Reviver

I – APRESENTAÇÃO

Cínica de Repouso Reviver é um espaço criado para atender pacientes particulares e conveniados a planos de saúde, com projeto terapêutico individual para os portadores de transtornos mentais, usuário de substância psicoativo, quadros geriátricos e cuidados prolongados.
Conta com uma Equipe interdisciplinar que utiliza metodologia psicodinâmica e medicamentosa em conformidade com atual política de saúde mental e de acordo com as necessidades do paciente. Dispondo de acomodações individuais, conjugadas e coletivas podendo receber até 26 pacientes.

II – OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Pacientes portadores de transtornos mentais:

    • Remissão de Sintomatologia e adequação medicamentos;
    • Promover o bem estar físico e mental.
    • Favorecer o vinculo sócio familiar.
    • Estimular as relações interpessoais e a sociabilização.
    • Orientação à família e ao paciente sobre a doença e o tratamento;
    • Informação e encaminhamento do paciente e familiar para continuidade de tratamento no pós alta;

 

 Pacientes usuários de substância psicoativa:

    • Desintoxicação e conscientização sobre a doença;
    • Motivação para o tratamento e orientação sobre hábitos saudáveis;
    • Favorecer o vinculo sócio familiar.
    • Orientação à família sobre a doença e o tratamento;
    • Informação e encaminhamento do paciente e familiar para continuidade de tratamento no pós alta;

 

Pacientes geriátricos:

    • Promover o bem estar físico e mental.
    • Favorecer o vinculo sócio familiar.
    • Estimular as relações interpessoais e a sociabilização.
    • Estimular a independência e autonomia em atividades de auto cuidado com adequações específicas e recursos adaptativos.

 

III – PROCEDIMENTO TERAPÊUTICO

O atendimento em Clínica de Repouso Reviver inicia com a busca espontânea de pacientes e familiares, encaminhamentos de profissionais e ou serviços de saúde, através de contato direto na Recepção do Hospital.
O paciente, quando chega para internação, deve estar acompanhado por um responsável que irá transmitir todos os dados pessoais e histórico de saúde do mesmo. Posteriormente, passará por avaliação médica do plantonista, que irá avaliar as condições do mesmo e definir se é indicada à internação. Ao admiti-lo, o médico fará um histórico detalhado, para servir de subsidio na elaboração das estratégias terapêuticas, caso a internação seja concluída.

Abordagens terapêuticas

Grupo de Acolhimento:

tem como objetivo colher dados sobre a história de vida do paciente para direcionar o Projeto terapêutico individual onde será embasado o seu tratamento. Também são realizadas orientações sobre regras, rotinas do setor e o cronograma de atendimentos realizados pela equipe técnica. O grupo é realizado pela Assistente Social, Psicóloga e Terapeuta Ocupacional.

Atendimento familiar:

colher dados sobre o histórico familiar e da doença, realizar orientações quanto ao tratamento e funcionamento do setor.

Atividades externas e recreativas:

Passeios, vivencias comunitárias, sociabilização.

Assembleia:

tem como objetivo garantir aos pacientes o direito de se expressar, dar sugestões, fazer solicitações e críticas sobre o funcionamento do setor.

Atendimentos individuais realizados pela equipe técnica

(Assistente Social, Enfermeiro, Médico Clínico, Médico Psiquiatra, Psicóloga e Terapeuta Ocupacional);

Atividade em oficina terapêutica.

O uso da atividade como recurso de tratamento.